Alunos do Senac promovem reforma de ONG no Recife

    PróximoAnterior

    Alunos do Senac promovem reforma de ONG no Recife

    Estudantes do curso de Design de Interiores assinaram o projeto de reparo e angariaram recursos e voluntários para a obra

    Os alunos do curso Técnico em Design de Interiores do Senac elaboraram o projeto de design para a reforma e ambientação  do Projeto Amor e Esperança, organização sem fins lucrativos que  trabalha educação, arte e cultura com crianças de idades entre quatro e 14 anos na comunidade de Brejo de Beberibe, no Recife. A inciativa faz parte do projeto integrador da turma, que propicia o desenvolvimento das competências construídas durante todo o curso, desenvolvido sob a coordenação dos instrutores Karlla Simonett, Karine Cortês e Alexandre Lins.

    Alunos com a mão na massa

    A escolha da instituição foi feita pelos próprios estudantes, que visitaram o espaço e identificaram necessidades estruturais, funcionais e de ambientação para que a ONG possa atender melhor a comunidade e acolher as crianças. A reforma, ainda em andamento, foi viabilizada com o apoio de diversas empresas e de voluntários que forneceram materiais, equipamentos e mão de obra. “A nossa proposta foi atender às necessidades de um espaço tão importante, aliando economia, estética e principalmente funcionalidade”, explica a instrutora Karine Cortês. Para exemplificar, ela cita a reforma que será aplicada na sala de música do espaço, que também funciona como ambiente de estudo. “Por ser uma sala que atende a necessidades diferentes, nós optamos por uma bancada removível que otimiza o espaço e permite que funcione bem nas duas funções”.

    Atualmente, a ONG, criada em 2003, atende 40 crianças e adolescentes com educação complementar, aulas de reforço, música, artesanato, lazer e preparatório para o Enem. Envolvida com a supervisão da obra, Karine destaca o engajamento dos alunos como ponto forte do projeto, que deve ser entregue nas próximas semanas. “Ver um projeto realizado e bem sucedido é o melhor retorno que podemos ter”, afirma.

    Alexandre Rezende é um dos alunos envolvidos no projeto. Para ele, a oportunidade de praticar o conteúdo aprendido ao longo do curso é o mais gratificante: “O projeto finalmente sai do papel para encontrar as dificuldades e as possibilidades da vida real. Além disso, a convivência com os profissionais das outras áreas relacionadas, como a construção civil, proporciona uma troca de experiências muito valiosa”, defende o estudante.

    Nadjane e sua filha trabalham na ONG

    À frente da instituição, Nadjane Cristina, que gere o espaço desde a sua criação, descreve a oportunidade como um “presente sem tamanho”. Nadjane conta que, há poucos meses, a ONG – hoje administrada por ela ao lado das filhas – precisou mudar de endereço para um ambiente maior, porém com estrutura ainda precária. “A ideia era dar um quintal para as crianças brincarem, mas tudo ainda precisava de muitos ajustes. Quando eu soube que ganharíamos uma reforma, nem acreditei. Está sendo tudo muito melhor do que o eu havia planejado, pois nunca conseguiríamos pagar todas as melhorias que os alunos do Senac conseguiram”, conta. A gestora ainda destaca que a reforma ajudou a concretizar um sonho antigo para a instituição: a construção de uma sala de informática com bancadas apropriadas e computadores recentemente doados por parceiros. “Eu não consigo parar de imaginar a carinha dos meninos quando eles voltarem pra cá”, diz.

    Doações – O Projeto Amor e Esperança atua há mais de 13 anos e se mantém exclusivamente através de doações. Material didático, de higiene, alimentos e brinquedos estão entre as maiores necessidades, além de trabalho voluntário capacitado com aulas de português, matemática e informática. Para ajudar, os interessados podem entrar em contato por ligação ou whatsapp através do (81) 9.8291-1158.

    PróximoAnterior