Congresso: sala de aula virtual amplia formas de ensinar

 

A tecnologia deixou de ser, há algum tempo, um privilégio ao alcance de poucos professores e estudantes. Hoje, por meio de ferramentas disponíveis e de fácil alcance de todos, é possível transformar a forma de ensinar. O uso dessas ferramentas foi o tema da oficina “Espaços Virtuais da Aprendizagem”, ministrada por Sérgio Abranches, durante o Congresso de Tecnologia na Educação, que acontece em Caruaru.

Durante a oficina, os participantes foram provocados a construir uma sala de aula virtual e, dessa forma, aprender a usar todas as possibilidades disponíveis nas ferramentas tecnológicas que melhoram a qualidade do ensino e aumentam a interação dos alunos com o aprendizado. Mas, lembra Sérgio Abranches, o espaço virtual e as novas tecnologias da informação ajudam a disseminar o conhecimento, mas jamais substituem o professor. “É o mestre, o professor, comandando a tecnologia”, ressalta.

Por meio dessa sala de aula virtual, os mestres podem planejar suas aulas e inserir links de sites, vídeos de youtube, atividades para os alunos. Com isso, cada professor pode comandar a ferramenta de acordo com a sua pedagogia de ensino. Para Abranches, o importante é usar a criatividade na utilização das ferramentas tecnológicas, pois não pode apenas passar as aulas já ministradas para o ambiente virtual.

“A tecnologia é o espaço da inovação”, explica Abranches. No começo não é fácil, pois a pessoa está presa ainda a forma tradicional de aula. Mas, com o uso contínuo, a sala virtual passa a ser a principal ferramenta de trabalho. “O importante é usar a criatividade e todas as possibilidades que a tecnologia nos oferece”.


Texto: Lindalva Coelho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *