A criação de animação experimental digital através de aplicativos

    PróximoAnterior

    A criação de animação experimental digital através de aplicativos

    “Animação Experimental Intermidiática Digital”. Este foi o tema da oficina apresentada hoje (20), de manhã, durante o XVI Congresso Internacional de Tecnologia na Educação pela professora Adjunta da Escola de Música e Artes Cênicas da EMAC/UFG, Fernanda Cunha (GO). Ela propôs uma oficina em torno da animação experimental digital, no intuito de promover a capacidade de desenvolver uma expressão por meio de uma animação.

    Fernanda tem experiência na área de Artes, atuando principalmente nos temas Intermídia, Cultura Digital, e-Arte/Educação. Ela explica que a animação liga a relação dos meios físicos com o meio digital em um discurso plástico. “O objetivo da oficina é que, a partir de aplicativos e programas seja possível aprender a realizar animação e nos expressarmos plasticamente por meio deste recurso”. Com formação em Educação Artística, a professora cita como exemplo o Stop Motion Animator, que tem versão gratuita e de excelente interface gráfica, e que também tem para Macintosh e PC, bem como para celulares na plataforma Android. Com o programa é possível produzir filmes a partir de imagens capturadas de elementos estáticos.

    Com 80 participantes inscritos em sua oficina, a docente diz que percebeu que havia muitos educadores ávidos pelo aprendizado. “O que me deixa muito animada é a realidade do nosso educador no Brasil. São pessoas capazes, envolvidas, mesmo com os problemas encontrados, que muitas vezes os colocam na contramão da educação. Temos problemas com a educação, mas não com o educador, pois ele está sempre se superando”, completa. .

    PróximoAnterior