“Sabores do Nordeste” é elogiado e prestigiado por autoridades

    PróximoAnterior
    Festival Sabores do Nordeste é elogiado e prestigiado por autoridades

    “Sabores do Nordeste” é elogiado e prestigiado por autoridades

    O I Festival Gastronômico Sabores do Nordeste acabou, mas deixou aquele gostinho de quero mais. Durante dois dias, o público pernambucano apreciou a típica culinária sergipana, sob a responsabilidade dos chefs do Senac Sergipe, Samuel Davi e Frederico de Souza, e os pratos pernambucanos elaborados pelos chefs do Senac Pernambuco, Ricardo Henrique, Luiz Carlos e a pastry chef Tânia Bastos. Nesta quinta-feira (22), o evento foi prestigiado por representantes da Câmara do Recife, Assembléia Legislativa de Pernambuco e autoridades do Sistema S de Pernambuco e Sergipe.

    Moqueca de camarão com monjogome – PANC típica de Sergipe

    Moqueca de camarão com monjogome – PANC típica de Sergipe.

    O cardápio, que foi servido no buffet self service e à la carte, trouxe novidades para quem apreciou o evento nos dias 21 e 22 de agosto, no Restaurante-Escola do Senac Pernambuco, no Recife. Quem marcou presença teve o prazer de degustar iguarias como a feijoada sergipana, fritada de aratu, maniçoba, galinha matriz à moda sergipana com pirão, moqueca de camarão com monjogome – PANC (Plantas Alimentícias Não Convencionais) típica de Sergipe – e sobremesas como mousse de mangaba, gelado sergipano, pudim de coco verde, cocada de adicuri (fruto da palmeira), entre outras delícias.

    A diretora regional do Senac Pernambuco, Valéria Peregrino, foi a idealizadora do projeto, cuja ideia surgiu a partir do Festival Gastronômico do Nordeste e do Espírito Santo, que aconteceu nos dias 14 e 15 de maio, deste ano, no Restaurante-Escola Senac, no Anexo IV da Câmara dos Deputados, em Brasília (DF). “O I Festival Gastronômico Sabores do Nordeste foi aqui, em Pernambuco, e, depois, iremos para Sergipe fazer a mesma ação. A proposta é dar continuidade a essa experiência e fazer o intercâmbio com os departamentos regionais do Núcleo Diretor de Gastronomia do Nordeste e Espírito Santo. Nossa intenção é promover articulação junto à sociedade, com o propósito de mostrar o trabalho que o Senac desenvolve junto aos alunos e professores”, aponta Valéria.

    Evento foi prestigiado por representantes da Câmara do Recife, Assembléia Legislativa de Pernambuco e autoridades do Sistema S.

    Evento foi prestigiado por representantes da Câmara do Recife, Assembléia Legislativa de Pernambuco e autoridades do Sistema S.

    O presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac Sergipe e deputado federal, Laércio Oliveira, parabenizou a iniciativa, pois acredita que fortalece a instituição como um todo. “Houve uma troca de conhecimentos, dos sabores, das tradições e dos valores dos nossos estados, e isso cria uma relação muito profunda entre as entidades, que mesmo sendo uma coisa só, se unem e procuram absorver ou replicar o que de melhor existe na outra região. Esse trabalho é um case de sucesso. Pernambuco tem uma capacidade extraordinária, é um modelo em várias áreas”, avalia.

    A vereadora do Recife, Ana Lúcia, elogiou a iniciativa e o cardápio. “O menu estava maravilhoso. A alimentação aproxima as pessoas, pois aprimora o gosto e nos faz conhecer um pouco de suas vivências e como elas apresentam seus pratos. Deu até vontade de ir conhecer Sergipe, mas também um pouco mais de Pernambuco. Essa conexão fortalece os estados e a região Nordeste”, pontua.

    O presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac Pernambuco, Bernardo Peixoto, também apreciou bastante o menu e ressalta que o festival é muito importante para Pernambuco, para o Nordeste e parta o Sistema S. “Esse intercâmbio de experiências é fantástico, no âmbito da educação e cultura, para ambos estados. Ficamos muito felizes com a presença do Senac Sergipe e iremos, em breve, prestigiar o próximo festival, que será lá. Os pratos estavam muito saborosos, principalmente, a feijoada sergipana, que eu não conhecia”.

    O deputado estadual Antônio Moraes citou que a nossa região é reconhecida nacionalmente e internacionalmente e que o evento promove a integração do Nordeste. “O Senac está de parabéns. É fundamental essa interação para que também possamos fazer um turismo mais coeso e as pessoas conheçam a nossa cultura”, completa.

    PróximoAnterior